top of page

Repertório Antropofocus

Em mais de duas décadas de criação de espetáculos, vídeos, programas de rádio, podcasts, o Antropofocus mantém em repertório os seguintes espetáculos:

Histórico do Antropofocus

Criado por atores oriundos da Faculdade de Artes do Paraná – UNESPAR/FAP, o Antropofocus tem como premissa explorar a pluralidade de linguagens que existem na  comicidade.

As bases de estudo vieram de outros grupos de humor: o Monty Python (Inglaterra), com a liberdade da linguagem nonsense; o Les Luthiers (Argentina), com seus textos de humor refinado e jogos de palavras; o Asdrúbal Trouxe o Trombone (Brasil), pelo processo colaborativo de criação; os Parlapatões (Brasil) pela referencia de ser um grupo que pesquisa o humor no Brasil.


O Antropofocus com mais de 20 anos de atividades contínua de pesquisa em linguagem cênica sempre buscou novos desafios técnicos e artísticos a cada projeto, usando a improvisação teatral como ferramenta que possibilita, da maneira mais democrática possível, a criação coletiva de seus espetáculos.

O grupo produziu 14 peças de teatro, programas de rádio e várias cenas curtas. Estiveram em festivais de teatro dentro e fora do Brasil e é referência da comédia curitibana em outras cidades.
O grupo também promove o Projeto Curitiba Improvisa, primeiro festival de Improviso do Sul do Brasil, reunião espetáculos de várias áreas (teatro, dança, música, artes visuais) que trabalham a partir da improvisação. Em sua cidade sede oferecem cursos de teatro, improvisação, palhaço e música.

 

Espetáculos realizados pelo Grupo:
2000 - Amores e Sacanagens Urbanas
2001 - Amores e Sacanagens: Edição Especial
2004 - Pequenas Caquinhas
2005 - Esteriotipacionices
2006 - Dimensão Desconhecida
2007 - Porcus
2008 - Contos Proibidos de Antropofocus
2010 - Improfocus
2012 - Não se preocupe: é apenas o fim do mundo
2013 - Resta 1
2015 - Histórias Extraordinéditas
2016 - No Dia Seguinte - A Quase História da Tevê Brasileira
2019 - JUSTO HOJE!
2020 – DEIXE SEUS PROBLEMAS LÁ FORAPROGRAMA DE RÁDIO

2023 - PELA HORA DA MORTE

2024 - A EVOLUÇÃO DO "OI" (projeto em andamento)

 

Programa de Rádio
- 2005 / 2006: “DeVina Comédia” - programa de rádio feito para a Lumem FM

 

Festivais (realização e produção)
- 2016: Curitiba Improvisa – Festival de Improviso, realizado em três etapas ao longo do ano.
Cada etapa realizado num espaço diferente;
- 2017: Curitiba Improvisa – Festival de Improviso. Edição realizada promovendo intercambio entre diversas linguagens artísticas.

Projeto de Investigação artística
Projeto de pesquisa - PSIU - A DRAMATURGIA DO SILÊNCIO, em que ao longo de um ano
investigamos a comédia sem o uso de qualquer tipo de som, com a participação de mestres da
comunicação corporal, para o desenvolvimento da pesquisa:
- Ana Teixeira (AMOK – RJ) – Mímica Corporal e Fisicalidade
- Wilson Sagae (Shukikan – Curitiba) – Consciência Corporal
- Alfabetização em LIBRAS
Ao final do processo de pesquisa o grupo montou uma oficina de teatro com foco na comicidade para pessoas surdas.


Publicação
- 2009: Artigos produzidos pelo projeto PSIU! A DRAMATURGIA DO SILÊNCIO, realizado através do Edital de Pesquisa de Linguagem Teatral da Fundação Cultural.
O objetivo era pesquisar as possibilidades da comédia sem o uso da voz e encontrar formas teatrais que servissem igualmente para ser assistidas por ouvintes e surdos, sem distinção de conteúdo e necessidade de intérprete.


Promoção de Cursos com mestres nacionais & Internacionais em Curitiba (2009 a 2020)
Em todos os seus projetos o Antropofocus convida professores para aprimorar as técnicas do coletivo e sempre buscamos formas destes Mestres ofereçam seus conhecimentos para artistas da nossa cidade. De 2009 até agora já conseguimos promover na cidade cursos/palestras com:
* os canadenses Frank Totino e Shaw Kinley,
* o colombiano Gustavo Miranda,
*o venezuelano Isaac Luy
* os argentinos Omar Galván Argetino e Ricardo Behrens.
* os brasileiros Daniel Nascimento, Márcio Ballas, Marco Gonçalves, Ana Teixeira e Allan Benatti.


Encontro de ex-alunos (2013 a 2020)
Encontros realizados na sede do Antropofocus, gratuitamente, aberto a alunos de diferentes turmas, com o intuito de exercitar juntos os conceitos aprendidos no curso. Uma ação de intercambio, manutenção dos princípios trabalhos e pesquisado no Antropofocus e fortalecimento da arte como movimento transformador e de integração.

 

Cine de Terça (2017)
Cineclube realizado no espaço do Antropofocus, aberto a comunidade, com uma seleção de filmes de diferentes concepções de comédia, com um bate-papo no final sobre as estéticas do
filme apresentado e também os caminhos e as possibilidades de criação de humor.


Lives Artísticas (2020)
Com a chegada da pandemia e a suspensão das atividades culturais como medida de segurança, o Antropofocus deu continuidade as suas ações artísticas e também as comemorações de 20 anos de trajetória, com uma série de ações online para manter o contato com o público e também se propor a novos desafios nessa relação com o espaço virtual.
- Lives sobre criação dos espetáculos do grupo com a participação de convidados (artistas-criadores que fizeram parte das montagens);
- Apresentação dos espetáculos de repertório seguido de bate-papo.

 

Prêmios

2003

  • Prêmio Troféu Gralha Azul – Melhores do Paraná de melhor ator com o espetáculo AMOR E SACANAGENS URBANAS

  • Indicado ao Troféu Gralha Azul – Melhores do Paraná, na categoria de direção com espetáculo AMORES E SACANAGENS URBANAS

2005

  • Prêmio de Destaque do Festival de Teatro de Curitiba – Fringe com espetáculo PEQUENAS CAQUINHAS

2007

  • Prêmio de Melhor Ator no Festival de Teatro Isnard Azevedo em Florianópolis com espetáculo PEQUENAS CAQUINHAS

2008

  • Indicado ao Troféu Gralha Azul – Melhores do Paraná na categoria de Melhor iluminação, com o Espetáculo CONTOS PROIBIDOS DE ANTROPOFOCUS

2011

  • Prêmio de Melhor Sonoplastia no Festival de Pindamonhangaba, com o espetáculo CONTOS PROIBIDOS DE ANTROPOFOCUS

2012

  • Prêmio Myriam Muniz com o Projeto de circulação “De Volta pra Casa”

2016

  • Prêmio Troféu Gralha Azul – Melhores do Paraná de Melhor Atriz com espetáculo NO DIA SEGUINTE – A QUASE HISTÓRIA DA TEVE BRASILEIRA

  • 6 indicações ao Troféu Gralha Azul – Melhores do Paraná, nas categorias de Melhor Espetáculo, Melhor Texto, Melhor Direção, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Trilha Sonora e Melhor Figurino, com espetáculo NO DIA SEGUINTE – A QUASE HISTÓRIA DA TV
    BRASILEIRA

2019

  • 03 indicações ao Troféu Gralha Azul – Melhores do Paraná, nas categorias de Melhor Atriz, Melhor Cenário e Figurino com espetáculo JUSTO HOJE!

2020

  • Prêmio de Melhor Espetáculo na categoria Adulto, no Festival de Teatro de Viçosa – FESTEVI, em Viçosa / MG, para CONTOS PROIBIDOS DE ANTROPOFOCUS

Entre em contato

Edran Mariano - produtor

+55 41 99955-9172

  • Whatsapp
  • Facebook
  • Instagram

Obrigado

bottom of page